Opinião

Ambiente de reflexão

Sopa e tinta passaram a ser armas de combate dos ativistas pelo clima

Bruno Batista
Igualmente desiguais

A imigração chegou à campanha

Os discursos e as narrativas anti-imigração têm anos, foram perfeitamente orquestradas para determinados fins políticos e estão agora a dar frutos. Ir contra esta corrente pode fazer perder eleições e isso nenhuma força política pretende

Manuela Niza Ribeiro
Nem Tudo É Ficção
Exclusivo

Lázaro e o cornudo

A morte é definitiva, ainda que a vida, como este escritório, seja toda ela um simulacro. A sua situação, contudo, pode alterar-se

José Eduardo Agualusa
Exclusivo
José Eduardo Agualusa
Pontos Cardeais
Exclusivo

Terra, água e fogo

Ao longo da História da Humanidade, o fogo tem sido um parceiro na moldagem civilizacional e cultural. No entanto, na atual era de intensificação das mudanças climáticas, assistimos ao seu poder destrutivo como talvez nunca no passado o tenhamos testemunhado

Exclusivo
Bernardo Pires de Lima
LUGAR AOS NOVOS

Rápido mundo novo

As salas de espera e os transportes públicos são hoje espaços de consumo de conteúdo digital. Já não é propriamente o ler “notícias” nem o “responder mensagens”: é uma corrida pelo consumo de informação. Duarte Santos, da Juventude do Bloco de Esquerda, na rubrica Lugar aos Novos

Duarte Santos
OLHO VIVO

“Casos e casinhos da AD estão a dominar a campanha”

Imigração, Passos Coelho, aborto e ativistas climáticos. A campanha eleitoral tem tido mais no seu centro a AD do que os oito anos de governação socialista. O OLHO VIVO procura antecipar que implicações tem para 10 de março

Nuno Aguiar
Opinião

Referendo à IVG? Nem quero acreditar que estamos a falar disto

Aquando do segundo referendo à IVG, eu era demasiado nova para votar, mas foi um assunto que, tal como aconteceu comigo, levou muitas mulheres que não tinham ligação ao mundo da política a ter ações políticas claras. A tomar posição publicamente, junto das suas famílias e amigos. Foi a luta pelos nossos direitos, pelos direitos das nossas mães, irmãs e, esperávamos nós, das nossas filhas. Foi a luta por garantir que não morreria nem mais uma mulher em Portugal a fazer um aborto clandestino, ou a passar experiências traumáticas que as mutilariam para o resto da vida

Sofia F. Santos
Politicamente Correto
Exclusivo

Governabilidade, uma conversa da treta

Andamos todos a rodear o assunto, mas, sendo preciso, a questão não é exatamente a governabilidade. É como se vai garantir que há um governo até às próximas eleições, que irão realizar-se lá para dezembro deste ano

Exclusivo
Pedro Marques Lopes
LD Linhas Direitas
Linhas Direitas

Os Climáximos

Se fossem um objeto seriam o Museu das Tintas! Perderam a piada.

Luís Delgado
Editorial
Exclusivo

O silêncio dos indecisos e o ruído das mentiras

Tentar criar uma onda de desconfiança para com os imigrantes, em nome da segurança, é um caminho não só perigoso como ruinoso

Exclusivo
Rui Tavares Guedes
Opinião

Passos, o totem e o tabu

Esta “ajuda” de Passos surge no início da campanha, e não por acaso: o assunto fica arrumado e ele fica despachado. As animadoras sondagens dispensavam-no, mas a política não

Filipe Luís
Filipe Luís
A Liberdade Religiosa e a liberdade do religioso - a dádiva
Vestígios de Azul

O embuste religioso

O que é mais importante? A ortodoxia doutrinária ou a praxis? As crenças religiosas ou a forma de estar da pessoa religiosa face ao outro, à sociedade e ao mundo?

José Brissos-Lino
LD Linhas Direitas
Linhas Direitas

Passos é um perigo!

O que é mais irritante, abrasivo e cáustico é que afinal Passos Coelho tenha aparecido, na campanha da AD, para dizer o que disse.

Luís Delgado
Opinião

Ligações neuronais da IA e o cérebro humano: estamos mais próximos do que pensamos?

O cérebro é muito mais do que uma rede neural; envolve emoções, criatividade e intuição, aspetos que ainda são desafios para a IA. O progresso constante, contudo, aproxima-nos cada vez mais desse caminho

Vasco Pedro
Politicamente Correto

Montenegro subscreve o que Passos Coelho disse sobre imigrantes e segurança?

O ex-líder do PSD foi apenas amplificar o discurso securitário e anti-imigração que os movimentos populistas fazem por esse mundo fora. Replicou palavra por palavra o que André Ventura e o resto da maralha antidemocrática anda a gritar e logo num palanque de um partido que é pilar da democracia portuguesa

Pedro Marques Lopes
LD Linhas Direitas
Linhas Direitas

Cinco Líderes (II)

Rui Rocha subiu a pulso. Mariana Mortágua tem um caminho difícil. Rui Tavares é um caso excecional. Paulo Raimundo está por provar. Inês Sousa Real igual a si mesma.

Luís Delgado
Café Central

Cabelo à lua

Nenhum governo trará justiça e prosperidade ao País sem criar espaço para refletirmos e agirmos sobre o nosso tempo. Sobre a cultura, sobre a ciência, sobre o ambiente, sobre o futuro. Nada disto é matéria de extraterrestres

Henrique Costa Santos
Bolsa de Especialistas

Condições de trabalho, desgaste profissional e bem-estar dos magistrados do Ministério Público

Os dados que vão ser divulgados revelam fatores de riscos psicossociais com preocupantes riscos para a saúde, como sejam as fortes exigências cognitivas, o elevado ritmo de trabalho, o preocupante conflito entre trabalho e família e as alarmantes exigências emocionais

Adão Carvalho
LD Linhas Direitas
Linhas Direitas

Três líderes (I)

Montenegro tem tudo para ganhar. Pedro Nuno Santos fez-se líder. André Ventura vai ser um dos heróis.

Luís Delgado
Opinião

A democracia tem filhos e enteados

Os militares, os polícias e os guardas são o último refúgio, o último garante da estabilidade e da democracia do País. Torna-se, por isso, urgente que o próximo governo (seja ele de que cor for) tenha a vontade de concretizar o que agora o seu candidato apregoa

Bruno Batista
Opinião

A imperiosa necessidade de um feedback assertivo. Opinião do presidente da ASPP/PSP

Paulo Jorge Santos, presidente da ASPP/PSP, enumera os principais temas tratados pelo sindicato nos últimos três anos e apela ao futuro Governo que resolva "o muito que há por fazer"

Paulo Jorge Santos