Pedro Marques Lopes

Colunista
Licenciado em Direito pela Universidade Católica Portuguesa, Pedro Marques Lopes é empresário e vive entre Lisboa e Porto. Comentador habitual em vários órgãos de comunicação social há cerca de 15 anos, integra ainda o painel residente dos programas Eixo do Mal (SIC Notícias) e Bloco Central (TSF)
Politicamente Correto

Montenegro subscreve o que Passos Coelho disse sobre imigrantes e segurança?

O ex-líder do PSD foi apenas amplificar o discurso securitário e anti-imigração que os movimentos populistas fazem por esse mundo fora. Replicou palavra por palavra o que André Ventura e o resto da maralha antidemocrática anda a gritar e logo num palanque de um partido que é pilar da democracia portuguesa

Politicamente Correto
Exclusivo

Até quando?

E, sim, quem vota no Chega tolera o racismo, a xenofobia, apoia todos os atentados a princípios básicos da decência e acredita nas mais estapafúrdias mentiras. Não serei eu a contribuir para a infantilização da gente que vai votar no Chega nem deixarei de os responsabilizar por tudo o que possa acontecer à nossa democracia

Politicamente Correto
Exclusivo

Um péssimo serviço do PS à democracia

A polarização como tentativa de equilíbrio do sistema é mais do que um erro de análise. A polarização em política nunca equilibrou nada, apenas criou fossos e incapacidades de diálogo

Politicamente Correto
Exclusivo

Polícias, sindicatos e democracia

Tenho dúvidas sobre a justeza das reivindicações dos polícias, mas se alguma tinham já a perderam completamente

Politicamente Correto
Exclusivo

Sei o que fizeram nos verões passados

A Justiça tem de ser discreta e eficaz, a espetacularidade e o fogo de artifício encaixam melhor noutras atividades

Politicamente Correto
Exclusivo

Queremos ser reféns da mentira?

Mais do que qualquer força política, é o PSD que tem de denunciar as mentiras das forças antidemocráticas – não só porque são falsas, mas porque disso depende a sua sobrevivência

Politicamente Correto
Exclusivo

Chega, vitória ou morte

O Chega tem dois caminhos possíveis: ou consegue implodir o sistema e torna-se um partido hegemónico ou tenta jogar o jogo democrático e suicida-se

Politicamente Correto
Exclusivo

Tiques estalinistas e uma AD poucochinha

Esta AD é um erro crasso e não faz qualquer sentido. É má para o PSD e reduz as hipóteses de Montenegro ser primeiro-ministro

Politicamente Correto
Exclusivo

Lídia Jorge, a imigração e a segurança

Não há dados tão irrefutáveis, não há verdade mais chapada do que o bem que os imigrantes fazem à sociedade portuguesa

Politicamente Correto
Exclusivo

25/4 e 5/11

Vivemos sob a metralha de quem acha que vive de dizer que está tudo mal e reproduzimos quase cegamente perceções tantas vezes erradas

Politicamente Correto
Exclusivo

Obrigado, amigo leitor

A imagem de que temos as nossas instituições num processo acelerado de degradação e de que o País está pior do que nunca, ou próximo disso – que é o que escolho para imagem do ano -, está intimamente ligada à fragilidade do jornalismo e dos órgãos de comunicação social que ainda o praticam

Politicamente Correto
Exclusivo

O caso das gémeas, como olhamos para o País e o SNS

Não quer dizer que as bolhas de privilégio tenham acabado ou sequer que estejam em risco de extinção, muito longe disso. Simplesmente, a via verde não funciona tão desbragadamente como funcionava

Politicamente Correto
Exclusivo

Não incomodemos a campanha eleitoral com coisas menores

O justicialismo e os seus aliados venais – os tabloides e os industriais do “anda tudo a roubar” – estão a pôr em causa a separação e o equilíbrio entre poderes e a própria democracia

Politicamente Correto
Exclusivo

A última hipótese do PSD

Uma derrota nas próximas eleições seria o fim do PSD como partido de poder. Consolidar-se-ia a imagem de que as mensagens dos líderes já não chegam às pessoas

Politicamente Correto
Exclusivo

As culpas do PS e o que dirá Montenegro

Não, o Governo não caiu porque há problemas na Saúde ou na Habitação, nem porque teve muitos casos e casinhos, nem por causa da extraordinária descoberta de que há pessoas com mais acesso ao poder do que outras

Politicamente Correto
Exclusivo

Boa noite e boa sorte, democracia

Sei que a eleição de um primeiro-ministro, enquanto nada se fizer para se consertar o nosso edifício democrático, nada vai resolver

Politicamente Correto
Exclusivo

O voto é sagrado

O transporte da lógica de um “like”, no Facebook ou no Twitter, para o voto numa eleição seria mais um enorme mal para a democracia. Para a sua saúde, é infinitamente melhor uma abstenção a um voto feito como se de um “like” se tratasse

Opinião

O 7 de Novembro. Opinião de Pedro Marques Lopes

Que tipo de equilíbrio de poderes entre o ramo executivo e judicial existe quando um indício de uma suspeita sem consubstanciação e sem de acusação formal leva ao derrube de um Governo?

Politicamente Correto
Exclusivo

O IUC, o PSD e a sorte de António Costa

Ninguém ignora que a campanha para fazer regressar Passos Coelho à liderança do PSD está em marcha e que este tem feito a vida negra a Luís Montenegro, mas a discussão do OE é o momento de um político se afirmar perante o País

Politicamente Correto
Exclusivo

Mateus 5:3-12 e a obsessão antiamericana

Resta a esperança do costume: os Estados Unidos da América. No mundo de Putin, Xi, Khamenei e demais autocratas violentos, tivemos uma réstia de sorte em ter um homem como Joe Biden na Casa Branca

E se o Estado, sem qualquer contrapartida, lhe desse €200 por mês?
Politicamente Correto
Exclusivo

Sem sindicatos fortes, nada feito

Uma maior subida de salários tem de começar por apoiar a negociação coletiva e criar condições para os sindicatos ganharem força