“O fitoplâncton é o verdadeiro pulmão do planeta”

Foto: Luís Barra

“O fitoplâncton é o verdadeiro pulmão do planeta”

Quem sabe se não estaremos à conversa com o primeiro astronauta português? Filipe Lisboa é um dos candidatos – um dos dois portugueses – na exclusiva lista da Agência Espacial Europeia (ESA). O processo de seleção ainda deve demorar um par de anos, e, enquanto decorre, Filipe trabalha como Project Officer na Agência Europeia de Segurança Marítima, onde monitoriza imagens de satélite procurando reduzir o risco de acidentes marítimos e a pesca ilegal, acompanhar os fluxos migratórios ou evitar a poluição marinha. Paralelamente, está a tirar um doutoramento em alterações climáticas e os efeitos da atividade humana no fitoplâncton, um conjunto de algas marinhas microscópicas que, incrivelmente, também são mais bem estudadas a partir do Espaço do que na Terra.

“Ainda hoje fico impressionado”, admite, referindo-se ao estudo destes seres microscópicos, que se observam tão bem a partir do Espaço. Mas a explicação é simples. Como possuem clorofila, têm uma tonalidade esverdeada que os satélites captam muito bem, conseguindo-se até identificar as espécies precisamente pela sua cor. “O oceano não é verdadeiramente azul, apenas parece azul”, tal como o céu parece azul, porque reflete melhor esse espectro. O oceano tem muitas outras cores, amarelo, castanho, laranja e “maioritariamente verde, precisamente por causa do fitoplâncton”.

Mas o que são estas microalgas e porque o seu estudo é tão importante? O nome engloba “milhares de espécies, muitas delas ainda não estão sequer identificadas”, mas a sua importância é vital, pois “estão na base de toda a cadeia alimentar nos oceanos, absorvem tanto dióxido de carbono como todas as outras plantas e florestas da Terra juntas e são o verdadeiro pulmão do planeta”, explica-nos o cientista climático. São responsáveis por produzir 50% a 80% do oxigénio que respiramos. Aliás, foram estes seres unicelulares que, há 2,5 mil milhões de anos, começaram a produzir o oxigénio que transformou a Terra no planeta habitável que hoje conhecemos. Temos, então, uma enorme dívida de gratidão, mas será que estamos a pagar-lhes na mesma moeda?

A questão é complexa, diz, pois “existem diferentes espécies de algas e estas reagem todas de forma diferente às alterações climáticas e à atividade humana”. Estamos a assistir a uma transformação na atividade do fitoplâncton, e quase sempre é consequência da ação direta do Homem. Uma das mais recorrentes são os chamados afloramentos tóxicos, grandes concentrações de microalgas que esgotam oxigénio e provocam a morte de todos os seres vivos nessa zona. “Existem muitos afloramentos, mas estes fenómenos tóxicos ocorrem maioritariamente em rios e lagos ou em zonas costeiras perto das bacias hidrográficas, onde se acumulam desperdícios da atividade agropecuária e outras indústrias, que funcionam como nutrientes para estes organismos.” Filipe cita ainda um estudo da NASA sobre o derrame petrolífero na plataforma Deep Water Horizon, no golfo do México. Após o acidente, os níveis de fitoplâncton na coluna de água desceram para níveis baixíssimos, mas hoje, passados 11 anos, já suplantaram os números anteriores ao acidente. Só que as espécies já não são as mesmas “e o ecossistema local foi alterado”.

Folhas de algas gigantes (Macrocystis pyrifera)

O bom rebelde
Costuma dizer-se que um bom cientista é aquele que sabe cada vez mais sobre cada vez menos, mas Filipe Lisboa tem um percurso em contraciclo com esta conceção, intitulando-se com humor de “investigador rebelde”. A sua tese de doutoramento está mais relacionada com a Biologia do que com a sua formação-base, que é a Física, Astronomia e Astrofísica, mas, curiosamente, é essa multidisciplinaridade que o torna um candidato tão interessante para a ESA – e aquilo que o atrai também para o projeto. “Sempre tive uma paixão enorme pelo Espaço, na mesma medida que tenho pelos oceanos e é engraçado como o meu trabalho acaba por estar tão ligado a ambos”.

“A maioria dos candidatos a astronauta quer ir à Lua, viver no Espaço e se calhar ir até à Estação Espacial Internacional. Estamos a entrar numa fase da exploração muito preocupada com a forma como replicamos as condições de vida que temos na Terra” – e o fitoplâncton desempenha naturalmente um papel fundamental neste processo. “Estamos a aprender a criar no Espaço as mesmas condições que já existem – de forma natural – na Terra. E, em simultâneo, aprendemos muito sobre o que podemos fazer para preservar a vida aqui.”

Oceano de Esperança é um projeto da VISÃO em parceria com a Rolex, no âmbito da sua iniciativa Perpetual Planet, para dar voz a pessoas e a organizações extraordinárias que trabalham para construir um planeta e um futuro mais sustentáveis. Saiba mais sobre esta missão comum.

Mais na Visão

Mais Notícias

A diversidade e a necessidade de “rebentar a bolha”

A diversidade e a necessidade de “rebentar a bolha”

Em “Senhora do Mar”: Joana expulsa Paula de vez da sua vida

Em “Senhora do Mar”: Joana expulsa Paula de vez da sua vida

Sede da PIDE, o último bastião do Estado Novo

Sede da PIDE, o último bastião do Estado Novo

Estes sinais indicam que que está na hora de desistir de um relacionamento

Estes sinais indicam que que está na hora de desistir de um relacionamento

“A incerteza económica é quase tão má como as políticas más”

“A incerteza económica é quase tão má como as políticas más”

Beatrice Borromeo e Pierre Casiraghi:   “glamour” aristocrático em Veneza

Beatrice Borromeo e Pierre Casiraghi:   “glamour” aristocrático em Veneza

"A Minha Família Afegã": Um filme de animação que nos traz histórias reais de universos distantes

Ana Cristina Silva - Pensar como o Marquês de Pombal

Ana Cristina Silva - Pensar como o Marquês de Pombal

Martech B2B Summit:

Martech B2B Summit: "quem não está confuso, está mal informado"

Hipertensão arterial: procedimento

Hipertensão arterial: procedimento "minimamente invasivo" melhora significativamente a qualidade de vida dos doentes

Transparência do

Transparência do "look" de Bella Hadid dá que falar na passadeira vermelha de Cannes

Mini Cooper SE: fun, fun, fun…

Mini Cooper SE: fun, fun, fun…

Receita de Bolo de banana com cobertura de chocolate negro

Receita de Bolo de banana com cobertura de chocolate negro

A grande exposição de Pedro Cabrita Reis

A grande exposição de Pedro Cabrita Reis

Cor e elegância marcam os

Cor e elegância marcam os "looks" do primeiro fim de semana de Cannes

Quis Saber Quem Sou: Será que

Quis Saber Quem Sou: Será que "ainda somos os mesmos e vivemos como os nossos pais?"

MAI apela à limpeza dos terrenos rurais

MAI apela à limpeza dos terrenos rurais

Médico australiano livre de cancro no cérebro graças a tratamento inovador desenvolvido pelo próprio

Médico australiano livre de cancro no cérebro graças a tratamento inovador desenvolvido pelo próprio

O fracasso da AIMA, a frustração dos imigrantes e a inércia do Governo

O fracasso da AIMA, a frustração dos imigrantes e a inércia do Governo

O segredo dos vasos decorativos

O segredo dos vasos decorativos

Em Paris, um apartamento haussmaniano com paleta contemporânea

Em Paris, um apartamento haussmaniano com paleta contemporânea

EDP Renováveis conclui venda de projeto eólico no Canadá

EDP Renováveis conclui venda de projeto eólico no Canadá

Pedro Cabrita Reis, 50 anos depois. Uma exposição para mergulhar no caos criativo do artista

Pedro Cabrita Reis, 50 anos depois. Uma exposição para mergulhar no caos criativo do artista

iPhone 17 ‘Slim’ pode chegar em 2025 com design renovado

iPhone 17 ‘Slim’ pode chegar em 2025 com design renovado

Quartos: 5 novas camas para boas noites de sono

Quartos: 5 novas camas para boas noites de sono

Vencedores do passatempo 'IF - Amigos Imaginários'

Vencedores do passatempo 'IF - Amigos Imaginários'

Energia para Mudar: a descida dos preços dos carros elétricos e dos carregamentos

Energia para Mudar: a descida dos preços dos carros elétricos e dos carregamentos

Reino Unido avança legislação para ter carros autónomos nas estradas em 2026

Reino Unido avança legislação para ter carros autónomos nas estradas em 2026

Em “Cacau”: Regina assume romance com Justino e volta para o Brasil

Em “Cacau”: Regina assume romance com Justino e volta para o Brasil

Tesla volta aos cortes e avança com nova ronda de despedimentos

Tesla volta aos cortes e avança com nova ronda de despedimentos

Jl 1399

Jl 1399

GNR apreende 42 quilos de meixão em ação de fiscalização rodoviária em Leiria

GNR apreende 42 quilos de meixão em ação de fiscalização rodoviária em Leiria

Na reta final da gravidez, Mafalda Castro mostra o quarto do bebé

Na reta final da gravidez, Mafalda Castro mostra o quarto do bebé

Louis Vuitton junta Roger Federer e Rafael Nadal nos Alpes Italianos

Louis Vuitton junta Roger Federer e Rafael Nadal nos Alpes Italianos

Os retratos nunca antes vistos da família real britânica

Os retratos nunca antes vistos da família real britânica

OMS atualiza lista de bactérias que ameaçam saúde humana por resistirem aos antibióticos

OMS atualiza lista de bactérias que ameaçam saúde humana por resistirem aos antibióticos

Dicas para se vestir de acordo com as eras de Taylor Swift

Dicas para se vestir de acordo com as eras de Taylor Swift

Passatempo: ganha convites duplos para 'IF - Amigos Imaginários'

Passatempo: ganha convites duplos para 'IF - Amigos Imaginários'

Elisabete rejeita Francisco mal o conhece em “Casados à Primeira Vista”

Elisabete rejeita Francisco mal o conhece em “Casados à Primeira Vista”

Está quase a chegar a festa final de 'Miúdos a Votos!'

Está quase a chegar a festa final de 'Miúdos a Votos!'

Tal mãe, tal filha! Vestidos matchy matchy frescos e a preços baixos para este verão

Tal mãe, tal filha! Vestidos matchy matchy frescos e a preços baixos para este verão

A meio caminho entre o brioche e o folhado, assim são os protagonistas da Chez Croissant

A meio caminho entre o brioche e o folhado, assim são os protagonistas da Chez Croissant

Quem tinha mais poderes antes do 25 de Abril: o Presidente da República ou o Presidente do Conselho?

Quem tinha mais poderes antes do 25 de Abril: o Presidente da República ou o Presidente do Conselho?

O futuro começou esta noite. Como foi preparado o 25 de Abril

O futuro começou esta noite. Como foi preparado o 25 de Abril

Os nomes estranhos das fobias ainda mais estranhas

Os nomes estranhos das fobias ainda mais estranhas

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites