O FIM da combustão

A Audi Portugal decidiu antecipar em cinco anos o fim da venda de carros com motor de combustão interna

O FIM da combustão

O Parlamento Europeu aprovou um conjunto de medidas que irá passar uma verdadeira “certidão de óbito” aos carros com motor de combustão interna. A proposta pretende acabar, em 2035, com a venda de veículos que emitam CO2 para a atmosfera. Uma lei controversa, que ainda terá de ser aprovada pelo Conselho Europeu, e que começou já a levantar muitas dúvidas, entre os cidadãos europeus, sobre a decisão de comprar ou não um carro com um motor tradicional. Para perceber que medidas são estas, e qual o impacto que terão no dia a dia das pessoas, elaborámos um conjunto de 15 perguntas e respostas para explicar todas as alterações que irão acontecer a partir dessa data.

Que decisão foi tomada pelo Parlamento Europeu?
Foi aprovado um conjunto de normas que irá proibir a venda de carros com motores poluentes.

Foi uma decisão unânime?
Não. Bem pelo contrário. Contou com 340 votos favoráveis, 279 contra e 21 abstenções.

Que carros deixam de poder ser vendidos?
Todos os que estão equipados com motores que emitem CO2 para a atmosfera, como é o caso do gasóleo, da gasolina ou do GPL.

Esta lei abrange também os veículos híbridos plug-in?
Sim. Apesar de terem um motor elétrico, são também movidos a combustíveis fósseis.

Apenas poderão ser vendidos carros com motor elétrico?
Na sua maioria, sim, pois esta é a tecnologia com emissões zero mais evoluída. No entanto, começam a surgir outras possibilidades como o hidrogénio ou os combustíveis sintéticos. Qualquer uma será aceitável, desde que não emita CO2 para a atmosfera.

Esta decisão é final?
Ainda não. Para se tornar uma lei oficial da União Europeia ainda terá de passar por um conjunto de procedimentos. No entanto, serão meros processos burocráticos, que não deverão impedir a sua aplicação, como a aprovação do Conselho Europeu e a publicação no Jornal Oficial da União Europeia.

No ano passado, os carros 100% elétricos representaram 12,1% das vendas de veículos novos na União Europeia

Quando é que a lei entra em vigor?
Em 2035.

Com base nesta lei, a partir de 2035 não posso vender um carro, com motor a combustão, em segunda mão?
Pode, mas os preços tenderão a desvalorizar e a manutenção de um veículo com estas características ficará cada vez mais cara. 

E já há um prazo estipulado para proibir a circulação de carros com motor a combustão?
Não, mas a União Europeia pretende atingir as emissões zero no setor dos transportes até 2050, o que pode querer dizer que, a partir desse ano, poderão proibir a circulação de automóveis com motores poluentes.

Esta é uma decisão exclusiva da União Europeia?
É talvez a proposta mais vasta em termos de território, pois existem alguns estados que estão a seguir um caminho idêntico. Nos EUA, por exemplo, foi aprovada uma lei semelhante na Califórnia que pretende banir as vendas de veículos com motor a combustão em 2035. Depois desta decisão, outros 15 estados avançaram para soluções idênticas. O mesmo está a acontecer na Austrália. Após o Território da Capital Australiana ter aprovado a lei que acaba com a venda destes carros, também em 2035, outros estados do país começaram a tomar providências para seguir o mesmo exemplo.

Esta lei é aplicada apenas ao setor automóvel?
Sim, mas insere-se num programa mais vasto, o chamado Fit for 55, no âmbito do qual a União Europeia tem por objetivo reduzir as emissões de carbono em 55% até 2030 e atingir a neutralidade carbónica em 2050.

O programa
Fit for 55 quer
reduzir as emissões
de carbono na UE
em 55% até 2030 
e atingir a
neutralidade
carbónica em 2050

Existem postos de carregamento suficientes para “abastecer” todo o parque automóvel europeu?
Após esta lei, a União Europeia quer avançar com uma nova legislação que irá obrigar à instalação de, pelo menos, 65 milhões de postos de carregamento de baterias, até 2035, em toda a comunidade. Atualmente existe um grande investimento por parte de operadores privados, que estão a montar novos e cada vez mais rápidos carregadores de baterias. A grande maioria dos construtores de automóveis está a desenvolver novas baterias que permitem autonomias superiores a 600 quilómetros. Esta eficiência energética irá fazer com que não seja necessário recorrer tantas vezes ao posto de carregamento.

Os carros elétricos ainda são muito caros para o comum dos cidadãos. Com esta lei, será mais difícil comprar automóvel no futuro?
Esse é um dos temas mais controversos desta decisão. A chamada “democratização” dos veículos elétricos, ou seja, torná-los mais acessíveis em termos de preço é um dos principais problemas para o sucesso desta lei. As baterias ainda são muito caras – alguns casos representam um terço do preço final do automóvel –, e a escassez de microprocessadores e a reduzida capacidade de produção de carros elétricos tem mantido os preços a um nível elevado.

O que irá acontecer com os resíduos originados pelas baterias?
Essa questão também será abrangida por uma nova legislação, que pretende garantir que todo o processo de produção das baterias é neutro em carbono, sem efeitos adversos no meio ambiente e que as baterias serão totalmente recicladas no fim da sua vida útil.

Poderei continuar a conduzir um veículo com motor de combustão interna a partir de 2035?

Sim. A legislação aprovada pelo Parlamento Europeu proíbe a venda de carros novos com motor de combustão interna, mas não a circulação destes veículos. Imagine o seguinte cenário: uma pessoa que compre um carro a gasolina no final de 2034 pode continuar a circular com ele até ao final de vida do veículo.

No entanto, isto não significa que possa ir para todo o lado, pois muitas cidades europeias vão limitar a circulação de carros mais poluentes já em 2025. Por exemplo, Paris, Madrid e Atenas querem proibir a entrada de carros com motor a gasóleo já a partir dessa data. 

Mais na Visão

Mais Notícias

Citroën ë-C3: O elétrico que custa 23.300 euros chega em junho

Citroën ë-C3: O elétrico que custa 23.300 euros chega em junho

"Mais suave e mais eficaz": Será esta a alternativa natural ao retinol?

Tempos de Antena ‘Miúdos a Votos’: ‘Gravity Falls - Diário 3’

Tempos de Antena ‘Miúdos a Votos’: ‘Gravity Falls - Diário 3’

A

A "front-row" de celebridades no arranque da Semana da Moda de Paris

Letizia de Espanha rendida ao lob

Letizia de Espanha rendida ao lob

Palácio de Kensington volta a pronunciar-se sobre a doença de Kate

Palácio de Kensington volta a pronunciar-se sobre a doença de Kate

Saccharum Resort, na terra do ouro branco

Saccharum Resort, na terra do ouro branco

Ordem dos Enfermeiros admite tomar medidas em resposta a recomendação sobre regulamento disciplinar

Ordem dos Enfermeiros admite tomar medidas em resposta a recomendação sobre regulamento disciplinar

A transformação no segmento do Renting & Frotas

A transformação no segmento do Renting & Frotas

VOLT Live: como aumentar a competitividade e concorrência no mercado do carregamento de veículos elétricos

VOLT Live: como aumentar a competitividade e concorrência no mercado do carregamento de veículos elétricos

Celebridades assistem ao regresso da Dior aos anos 60

Celebridades assistem ao regresso da Dior aos anos 60

Simpatia e simplicidade de Máxima conquistam a Colômbia

Simpatia e simplicidade de Máxima conquistam a Colômbia

Portugal visto pelos estrangeiros

Portugal visto pelos estrangeiros

Caras Decoração de fevereiro: tranquilidade e aconchego em primeiro lugar

Caras Decoração de fevereiro: tranquilidade e aconchego em primeiro lugar

Exame 478 - Março 2024

Exame 478 - Março 2024

As Revoluções Francesas na VISÃO História

As Revoluções Francesas na VISÃO História

Eficiência de recursos: a encruzilhada dos serviços alimentares

Eficiência de recursos: a encruzilhada dos serviços alimentares

O herpes pode duplicar o risco de demência em idades mais avançadas

O herpes pode duplicar o risco de demência em idades mais avançadas

Tempos de Antena ‘Miúdos a Votos’: ‘O Principezinho’

Tempos de Antena ‘Miúdos a Votos’: ‘O Principezinho’

Desporto: 20 artigos para suar com estilo

Desporto: 20 artigos para suar com estilo

Powerbanks iS da iServices em teste: 'colam-se aos smartphones'

Powerbanks iS da iServices em teste: 'colam-se aos smartphones'

Xiaomi Redmi Note 13 Pro+: topo de gama

Xiaomi Redmi Note 13 Pro+: topo de gama

Apartamento em Cascais: sobriedade contemporânea

Apartamento em Cascais: sobriedade contemporânea

Novo Dacia Spring: mais por menos

Novo Dacia Spring: mais por menos

“Senhora do Mar”: Padre Filipe recusa ajudar Joana a cometer um crime

“Senhora do Mar”: Padre Filipe recusa ajudar Joana a cometer um crime

Juan Vicente Piqueras, Caçador de instantes

Juan Vicente Piqueras, Caçador de instantes

Tempos de Antena ‘Miúdos a Votos’: ‘O Estranhão’

Tempos de Antena ‘Miúdos a Votos’: ‘O Estranhão’

Alessandra Ambrósio usa camisola de futebol na Semana da Moda de Paris

Alessandra Ambrósio usa camisola de futebol na Semana da Moda de Paris

Costa disponibiliza segurança pessoal a líderes partidários após ataque a Montenegro

Costa disponibiliza segurança pessoal a líderes partidários após ataque a Montenegro

Os lugares desta História, com Isabel Stilwell: Elvas, capital do Império onde o sol nunca se põe

Os lugares desta História, com Isabel Stilwell: Elvas, capital do Império onde o sol nunca se põe

A dieta que afugenta a apneia do sono

A dieta que afugenta a apneia do sono

De Madalena Palmeirim a Ty Segall: Quatro discos novos, colheita de 2024

De Madalena Palmeirim a Ty Segall: Quatro discos novos, colheita de 2024

A VISÃO Se7e desta semana - edição 1617

A VISÃO Se7e desta semana - edição 1617

Poesia e estranheza

Poesia e estranheza

Black Trumpet: no reino encantado dos cogumelos

Black Trumpet: no reino encantado dos cogumelos

Os Incoerentes: a história de movimento artístico à frente do seu tempo

Os Incoerentes: a história de movimento artístico à frente do seu tempo

Final de “Flor Sem Tempo”: Diana mata Luís Maria e Vasco salva Catarina

Final de “Flor Sem Tempo”: Diana mata Luís Maria e Vasco salva Catarina

Portugal integra projeto para aproveitar hidrogénio verde para transportes públicos

Portugal integra projeto para aproveitar hidrogénio verde para transportes públicos

Quinta da Pacheca cinco estrelas. O luxo das coisas simples

Quinta da Pacheca cinco estrelas. O luxo das coisas simples

Aos 53 anos, Naomi Campbell é rainha da

Aos 53 anos, Naomi Campbell é rainha da "passerelle" em Milão

Letizia exibe novo corte de cabelo

Letizia exibe novo corte de cabelo

“Big Brother” - Érica e André vivem noite agitada: “Usaram proteção?”

“Big Brother” - Érica e André vivem noite agitada: “Usaram proteção?”

Apple descarta projeto de desenvolvimento de carro elétrico

Apple descarta projeto de desenvolvimento de carro elétrico

Artur Jorge: o exercício físico da poesia

Artur Jorge: o exercício físico da poesia

PR diz que ataques com tinta por ativistas climáticos perderam eficácia

PR diz que ataques com tinta por ativistas climáticos perderam eficácia

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites