Ondas de calor: Os bons e os maus negócios

Há negócios, como os das energias limpas, que poderão ganhar ímpeto significativo com os acontecimentos climáticos extremos

Ondas de calor: Os bons e os maus negócios

Julho de 2022. Pistas rachadas no Aeroporto de Luton, linhas de comboio deformadas, estradas derretidas. No Reino Unido, as temperaturas ultrapassaram, pela primeira vez, a marca dos 40 oC, numa onda de calor que varreu toda a Europa, de junho a agosto. A temperatura mais alta foi registada na estação meteorológica do Pinhão, nuns impressionantes 47 oC. Foi um verão de seca severa, de incêndios alucinantes, mas é na imagem, distópica, de centenas de comboios cancelados, dezenas de aviões em terra e de filas de camiões de transporte parados, que ganham cor os efeitos económicos das – cada vez mais constantes – ondas de calor. As temperaturas extremas pressionam as redes energéticas, destroem infraestruturas, afetam a produtividade dos trabalhadores, interrompem o regular funcionamento das redes de transporte, secam campos e reservas de água, num custo médio anual estimado de 0,3% a 0,5% do PIB europeu. Os dados que constam num estudo publicado na revista Nature, e liderado por David García-León, scientific officer na Comissão Europeia, mostram, no entanto, que existem realidades regionais distintas, dependendo da exposição económica de cada país aos setores mais vulneráveis, bem como à intensidade e duração das ondas de calor. E aqui, como seria de esperar, Portugal tem um perfil económico e geográfico especialmente preocupante. Nos anos de 2010, 2015 e 2018 – particularmente fustigantes do ponto de vista climatérico –, as perdas económicas terão variado entre 1% e 2,5% do PIB nas regiões do Centro, Alentejo e Algarve. Em 2010, o Alentejo surge mesmo à cabeça como a região mais penalizada em termos económicos – entre as 274 regiões analisadas no estudo a nível europeu –, com especial contributo dos setores da agricultura, construção e serviços.

Tal como acontece com qualquer efeito climatérico extremo, não é difícil encontrar perdedores no tecido económico. A agricultura será, porventura, o mais óbvio. Em 2017, a Agência Europeia do Ambiente afirmava que o “aumento da ocorrência e intensidade destes acontecimentos será prejudicial para a produção agrícola no Sul da Europa, especialmente, culturas típicas do Mediterrâneo, como a vinha, o trigo e a azeitona; os animais serão também expostos ao aumento do stresse térmico”. Num estudo liderado pelo investigador Chenyao Yang, da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, os especialistas calculam uma quebra de 10% a 17% na produção de milho em Portugal, até 2100. Já a produção de trigo deverá cair entre 14% a 27%, enquanto no olival são estimadas quebras de 30%. 

A Comissão Europeia
calcula que o PIB
encolha 0,3% a
0,5% por ano devido
a temperaturas
extremas

Mais na Visão

Mais Notícias

Letizia com visual florido em visita a Barcelona

Letizia com visual florido em visita a Barcelona

Salgueiro Maia, o herói a contragosto

Salgueiro Maia, o herói a contragosto

Guia de essenciais de viagem para a sua pele

Guia de essenciais de viagem para a sua pele

iPhone dobrável pode chegar em 2026

iPhone dobrável pode chegar em 2026

XIV Congresso dos Lusitanistas - lugar de entendimento, agregação e diversidade

XIV Congresso dos Lusitanistas - lugar de entendimento, agregação e diversidade

De Zeca Afonso a Adriano Correia de Oliveira. O papel da música de intervenção na revolução de 1974

De Zeca Afonso a Adriano Correia de Oliveira. O papel da música de intervenção na revolução de 1974

Os detalhes e inspirações do vestido de noiva de Isabela Valadeiro

Os detalhes e inspirações do vestido de noiva de Isabela Valadeiro

Consistência, técnica e muito sabor no novo menu do Kabuki

Consistência, técnica e muito sabor no novo menu do Kabuki

VOLT Live: vem aí um apoio europeu para a compra de veículos elétricos?

VOLT Live: vem aí um apoio europeu para a compra de veículos elétricos?

As diferenças entre sexo e género no cérebro das crianças, segundo um novo estudo

As diferenças entre sexo e género no cérebro das crianças, segundo um novo estudo

Pequeno satélite português já está no Espaço

Pequeno satélite português já está no Espaço

De novo num

De novo num "jumpsuit", Charlene do Mónaco revela o seu lado mais sedutor

Eletrificar para descarbonizar

Eletrificar para descarbonizar

Cristiano Ronaldo e Georgina: encontro familiar em Portugal

Cristiano Ronaldo e Georgina: encontro familiar em Portugal

VISÃO Júnior de junho de 2024

VISÃO Júnior de junho de 2024

Afinal, o que é isto do luxo?

Afinal, o que é isto do luxo?

Em

Em "Cacau": No funeral de Justino Tiago faz as pazes com Cacau

Vai um copo? 5 novos bares de vinhos para conhecer no Porto

Vai um copo? 5 novos bares de vinhos para conhecer no Porto

Colunas JBL PartyBox foram feitas para animar qualquer tipo de festa

Colunas JBL PartyBox foram feitas para animar qualquer tipo de festa

O caminho para o inferno está cheio de paletas de artistas!

O caminho para o inferno está cheio de paletas de artistas!

Férias com a Covid-19 na bagagem: As ondas, os picos e o que aí vem

Férias com a Covid-19 na bagagem: As ondas, os picos e o que aí vem

Recanto para viver ao ar livre

Recanto para viver ao ar livre

Equipa do Técnico conquista segundo lugar em competição  de barcos elétricos

Equipa do Técnico conquista segundo lugar em competição de barcos elétricos

Sustentabilidade: Este mar que se esgota

Sustentabilidade: Este mar que se esgota

Amendoim: Os benefícios inesperados do consumo desta oleaginosa

Amendoim: Os benefícios inesperados do consumo desta oleaginosa

Zunder, a aplicação para carregar o carro por toda a Europa, chega a Portugal

Zunder, a aplicação para carregar o carro por toda a Europa, chega a Portugal

Em

Em "A Promessa", Miguel diverte-se ao ver Helena desmascarada

Uma sala a céu aberto

Uma sala a céu aberto

Eduardo antes de ser Lourenço

Eduardo antes de ser Lourenço

Conheça a nova flagship store da Molteni&C em Lisboa

Conheça a nova flagship store da Molteni&C em Lisboa

Reciclagem de embalagens: pode brincar-se com temas sérios?

Reciclagem de embalagens: pode brincar-se com temas sérios?

A inovação nas frotas e na mobilidade

A inovação nas frotas e na mobilidade

Pigmentarium: perfumaria de nicho inspirada na herança cultural da República Checa

Pigmentarium: perfumaria de nicho inspirada na herança cultural da República Checa

Colar de pérolas, o regresso de um acessório intemporal

Colar de pérolas, o regresso de um acessório intemporal

Uma viagem de sonho

Uma viagem de sonho

Família real da Bélgica reunida para celebrar o Dia Nacional do seu país

Família real da Bélgica reunida para celebrar o Dia Nacional do seu país

IA ajuda a prever a evolução de incêndios florestais com maior precisão

IA ajuda a prever a evolução de incêndios florestais com maior precisão

Gisele Bündchen comemora 44º aniversário com a irmã gémea

Gisele Bündchen comemora 44º aniversário com a irmã gémea

Kamala Harris: 10 coisas que pode não saber sobre a mulher que quer derrotar Trump

Kamala Harris: 10 coisas que pode não saber sobre a mulher que quer derrotar Trump

Isabela Valadeiro e Carlos Ferra gravam impressões digitais nas alianças

Isabela Valadeiro e Carlos Ferra gravam impressões digitais nas alianças

O futuro começou esta noite. Como foi preparado o 25 de Abril

O futuro começou esta noite. Como foi preparado o 25 de Abril

O vestido preto com que Letizia nunca se compromete

O vestido preto com que Letizia nunca se compromete

A VISÃO Se7e desta semana – edição 1638

A VISÃO Se7e desta semana – edição 1638

Maré vermelha nas cotadas de luxo. Louis Vuitton lidera derrocada

Maré vermelha nas cotadas de luxo. Louis Vuitton lidera derrocada

25 peças para receber a primavera em casa

25 peças para receber a primavera em casa

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites