Um viva aos livros! Três novas livrarias em Lisboa e um renascimento especial

Um viva aos livros! Três novas livrarias em Lisboa e um renascimento especial

Ler é, sem dúvida, um excelente remédio para diferentes tipos de males. Por isso, dá gosto ver aparecer em Lisboa novos espaços que promovem a leitura. Falamos de duas livrarias novas em folha, de uma que mudou de morada e do renascimento da mítica Buchholz, com renovada aposta em arte e música.

Salted Books 
Bastou uma semana para a jornalista, autora e criativa Alex Holder se apaixonar por Lisboa. Veio à capital em trabalho, apresentar o livro Open Up: Why Talking About Money Will Change Your Life, na Second Home, e, pouco tempo depois, mudou-se com o companheiro, Mark Thompson, designer e diretor de arte, para Portugal. Desde então, passaram-se quatro anos. “Tempo suficiente para sentirmos falta de livrarias com livros em inglês”, explica Alex. “Nós vivíamos em Hackney, um bairro londrino onde há várias livrarias independentes. Quisemos trazer para aqui um bocado de East London, ter um sítio para leitores e também escritores”, completa Alex. Depois de muita procura, o casal encontrou um espaço na Calçada Marquês de Abrantes, em Santos-o-Velho, pintou-o todo de azul forte – o efeito é ‘uau’ – e começou a preenchê-lo com aquilo que são os gostos da fundadora. Uma seleção cuidada, algo progressista, para adultos, mas também para miúdos. “Escolho os livros um a um. Leio muito, pesquiso críticas, oiço ideias de leitores. Uma livraria é o reflexo do seu vendedor”, comenta. E é verdade. Movida pela “ficção literária”, pela “excelência da escrita”, pelas “vozes minoritárias”, pelos “bons escritores” e, confessa, “por ser a primeira a ler e descobrir uma novidade”, Alex Holder tem na Salted Books uma seleção cuidada de livros em inglês, organizados por géneros. Há ficção, há livros sobre escrita, memórias, poder feminino, astrologia, biografia, livros sobre ambiente, sobre sexo, sobre substâncias psicadélicas. Há ainda pequenas seleções curadas por pessoas escolhidas por Alex e Mark, exemplo da escritora Aja Barber, que fez uma “Anti Fast-Fashion Reading List”; haverá eventos que serão organizados em breve, como um dedicado a livros censurados; e vendem-se também t-shirts e sweatshirts da casa desenhados pela marca Arches. Os sacos de papel onde vendem os livros são uma resposta sarcástica às grandes lojas mundiais – “Buy books from bookshops. Not a Billionaire” – e até o nome é um convite à leitura. Salted de ‘sal’. “O sal torna tudo melhor”, finaliza Alex. E a leitura também, completamos.  
Calçada Marquês de Abrantes, 96 / ter-sex 09h30-18h30, sáb e dom 10h-18h30 

A Salted Books tem apenas livros em inglês, para adultos e crianças

Livraria Cult 
A Cult não é nova, mas é uma inquilina recente do bairro de Alvalade. O projeto de Maria João Nunes, ex-jornalista da área da saúde, e Manuel Jesus, ex-engenheiro de telecomunicações e colecionador de banda desenhada nasceu há oito anos no Areeiro e por lá morou até sentirem que a zona estava a mudar. “Fecharam alguns serviços e escritórios, começou a ficar mais degradada”, explica Maria João à PRIMA, e com isso mudou também algum público que ali comprava. Quando encontraram um antigo atelier de arquitetura de dois andares em Alvalade, não hesitaram e passaram toda a escolha livreira, com uma forte componente em banda desenhada (portuguesa, internacional e traduzida para castelhano) e a papelaria para a Rua José D’Esaguy. Em cima moram canetas, cadernos, cartolinas e revistas; em baixo ficam os livros generalistas, para adultos para também para miúdos, divididos por géneros (literatura traduzida, livros lusófonos, poesia, young adult, memórias, ficção científica, manga japonesa), com uma zona especial para a banda desenhada a que chamam de ‘garrafeira’, por estar separada do resto da loja através de um vidro. “Os maiores compradores de BD são homens acima dos 45 anos, mas também já temos várias mulheres, que são muito ecléticas nas escolhas”, revela Maria João. São membros fundadores da RELI – A Rede de Livrarias Independentes e só trabalham com livros novos. “Talvez em breve comecemos a trabalhar com livro previamente amado”, diz, em referência a obras em segunda mão, “e é provável que em breve tenhamos mais espaço para escritos feministas, porque o mundo está muito complicado para as mulheres”, sublinha a dona. A mesma que aponta o movimento do mercado editorial nos dias de hoje. “Está muito dinâmico.” 
Rua José d’Esaguy, 13B / 21 152 2862 / seg-sex 9h-20h, sáb 9h-18h, dom 9h-17 

Livros generalistas e ao fundo uma ‘garrafeira’ com todas as obras de banda desenhada. Fotografia: Luís Barra

Greta Livraria 
Abriu dia 7 de setembro, nos Anjos, e é uma livraria feminista. Fundada por Lorena Travassos como projeto online há um ano e meio, ganhou agora uma loja física, que será mais do que um espaço para vender livros. Tem apresentações, cursos – como o de de escrita Documental com Marlene Barreto, entre os dias 13 e 15 de outubro – além de apresentações de livros e espaço para outras conversas temáticas. Tal como acontecia (e ainda acontece) no site, os livros são sobretudo escritos por mulheres, mas há também uma secção de género com obras de pessoas não binárias e trans. Nem sempre livros acabados de editar no mercado, com espaço para outros mais antigos. 
Rua Palmira, 66C / ter-sex 13h-19h, sáb 10h-14h 

Livraria Buchholz 
A icónica livraria lisboeta soprou no último dia 28 de setembro as 80 velas. Pretexto para celebrar as oito décadas de oferta cultural à cidade, mas também para assinalar uma espécie de renascimento, que vem acontecendo desde o início do verão. A livraria, que pertence ao grupo editorial Leya desde 2010, teve obras de restauro, e ao longo dos últimos três meses, foi recebendo novas peças que compõem uma exposição cultural complementar à venda de livros. Falamos de manuscritos de escritores como José Saramago e António Lobo Antunes, de objetos especiais, como uma caneta Pilot V5 lilás, o modelo com que a autora Lídia Jorge escreve há mais de 20 anos, mas também de post-its, cartas ou notas pessoais cedidas por autores ou familiares à livraria. Pensada originalmente pelo livreiro alemão Karl Buchholz como espaço de tertúlia e galeria de arte, a nova vida da Buchholz relembra os velhos tempos, graças a uma oferta de música, curadoria da loja de discos Flur, e com uma seleção de peças de arte de artistas portugueses – vale a pena ver os desenhos em livros antigos de Bárbara Assis Pacheco –, feita em parceria com a Icon Shop. Haverá também uma programação regular de lançamentos, conversas e outras atividades ligadas ao universo livreiro. Nota final para os cadeirões originais do escritório de Snu Abecassis, fundadora da Dom Quixote, numa recriação do seu espaço de trabalho. 
Rua Duque de Palmela, 4 / 21 356 3212 / seg-sex 10h-19h, sáb 10h-14h 

No piso de baixo da Buchholz há agora espaço para discos e para peças de arte. Além de livros, claro. Fotografia: Rodrigo Cardoso

Palavras-chave:

Mais na Visão

Mais Notícias

Rui Cardoso Martins: “Este livro reflete uma grande convicção de que a vida triunfa”

Rui Cardoso Martins: “Este livro reflete uma grande convicção de que a vida triunfa”

Consistência, técnica e muito sabor no novo menu do Kabuki

Consistência, técnica e muito sabor no novo menu do Kabuki

Equipa do Técnico conquista segundo lugar em competição  de barcos elétricos

Equipa do Técnico conquista segundo lugar em competição de barcos elétricos

Zunder, a aplicação para carregar o carro por toda a Europa, chega a Portugal

Zunder, a aplicação para carregar o carro por toda a Europa, chega a Portugal

Em São Paulo, uma casa com ambientes luminosos e integrados

Em São Paulo, uma casa com ambientes luminosos e integrados

Férias com a Covid-19 na bagagem: As ondas, os picos e o que aí vem

Férias com a Covid-19 na bagagem: As ondas, os picos e o que aí vem

Dacia Spring: o 100% elétrico mais acessível ganhou um grande upgrade

Dacia Spring: o 100% elétrico mais acessível ganhou um grande upgrade

Recanto para viver ao ar livre

Recanto para viver ao ar livre

Quem tinha mais poderes antes do 25 de Abril: o Presidente da República ou o Presidente do Conselho?

Quem tinha mais poderes antes do 25 de Abril: o Presidente da República ou o Presidente do Conselho?

Reciclagem de embalagens: pode brincar-se com temas sérios?

Reciclagem de embalagens: pode brincar-se com temas sérios?

iPhone dobrável pode chegar em 2026

iPhone dobrável pode chegar em 2026

Os heróis portugueses que vão às Olimpíadas

Os heróis portugueses que vão às Olimpíadas

Imagens exclusivas do casamento de Isabela Valadeiro e Carlos Ferra

Imagens exclusivas do casamento de Isabela Valadeiro e Carlos Ferra

Livros, sol e sombra. Mais de 30 sugestões de boas leituras para as férias grandes

Livros, sol e sombra. Mais de 30 sugestões de boas leituras para as férias grandes

Como as alterações climáticas estão a mexer com o tempo (mas não com o tempo em que está a pensar)

Como as alterações climáticas estão a mexer com o tempo (mas não com o tempo em que está a pensar)

P’LA ARTE Creative Room: A nova casa da moda portuguesa

P’LA ARTE Creative Room: A nova casa da moda portuguesa

IA ajuda a prever a evolução de incêndios florestais com maior precisão

IA ajuda a prever a evolução de incêndios florestais com maior precisão

As novas fotos do espetacular casamento de Sara Salgado e Diogo Pereira Coutinho

As novas fotos do espetacular casamento de Sara Salgado e Diogo Pereira Coutinho

Afinal, o que é isto do luxo?

Afinal, o que é isto do luxo?

“Coolcation”: saiba quais são as cidades mais frescas da Europa no verão

“Coolcation”: saiba quais são as cidades mais frescas da Europa no verão

O futuro começou esta noite. Como foi preparado o 25 de Abril

O futuro começou esta noite. Como foi preparado o 25 de Abril

Eduardo antes de ser Lourenço

Eduardo antes de ser Lourenço

Sede da PIDE, o último bastião do Estado Novo

Sede da PIDE, o último bastião do Estado Novo

A maquilhagem que Mia Rose usou no casamento e que nós já queremos recriar

A maquilhagem que Mia Rose usou no casamento e que nós já queremos recriar

Afinal Élson e Mariana não se casaram - Saiba o motivo

Afinal Élson e Mariana não se casaram - Saiba o motivo

Medicamentos com semaglutido, como o Ozempic, que se popularizou para a perda de peso, associados a novo efeito secundário grave

Medicamentos com semaglutido, como o Ozempic, que se popularizou para a perda de peso, associados a novo efeito secundário grave

Portugal e a Lei de Restauro da Natureza

Portugal e a Lei de Restauro da Natureza

Princesa Charlene do Mónaco, uma apaixonada por

Princesa Charlene do Mónaco, uma apaixonada por "jumpsuits"

Letizia, Leonor e Sofia, três

Letizia, Leonor e Sofia, três "looks" bem distintos

Bloq.it, da praia à aposta no software para smart lockers

Bloq.it, da praia à aposta no software para smart lockers

O Índice S&P 500 ainda é representativo do Mercado Acionista dos EUA?

O Índice S&P 500 ainda é representativo do Mercado Acionista dos EUA?

As 80 capas de revista mais famosas e polémicas de sempre

As 80 capas de revista mais famosas e polémicas de sempre

O vestido da infanta Sofia que pode levar a um casamento custa menos de 25 euros

O vestido da infanta Sofia que pode levar a um casamento custa menos de 25 euros

Os detalhes e inspirações do vestido de noiva de Isabela Valadeiro

Os detalhes e inspirações do vestido de noiva de Isabela Valadeiro

Amendoim: Os benefícios inesperados do consumo desta oleaginosa

Amendoim: Os benefícios inesperados do consumo desta oleaginosa

O vestido preto com que Letizia nunca se compromete

O vestido preto com que Letizia nunca se compromete

Recorde as melhores fotos do príncipe George no dia em que celebra o seu 11º aniversário

Recorde as melhores fotos do príncipe George no dia em que celebra o seu 11º aniversário

ChatGPT chega a todos os Peugeot equipados com comandos de voz

ChatGPT chega a todos os Peugeot equipados com comandos de voz

Sabe o que é “spoofing”? Cuidado com os telefonemas atendidos

Sabe o que é “spoofing”? Cuidado com os telefonemas atendidos

Família Aveiro reunida para casamento especial

Família Aveiro reunida para casamento especial

Pequeno satélite português já está no Espaço

Pequeno satélite português já está no Espaço

Duches de exterior: a única 'chuva' permitida durante o verão

Duches de exterior: a única 'chuva' permitida durante o verão

Sebastião da Gama - Carne e espírito na Arrábida

Sebastião da Gama - Carne e espírito na Arrábida

Uma viagem de sonho

Uma viagem de sonho

O caminho para o inferno está cheio de paletas de artistas!

O caminho para o inferno está cheio de paletas de artistas!

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites