Putin: A ambição do tirano

Putin invadiu a Geórgia depois de declarar, em Munique, que não contassem com ele para manter a celebração triunfal pós-soviética. Da Geórgia à Crimeia foi um passo. Hoje, está às portas de Kiev Foto: GettyImages

Putin: A ambição do tirano

O triunfalismo ocidental pós-Guerra Fria distraiu-se com a Rússia nestes últimos 30 anos. Permitiu que o informalismo das relações pessoais se sobrepusesse ao formalismo de acordos escritos que evitassem zonas cinzentas aproveitadas no futuro. Foi desvalorizando alguns conflitos congelados que, também eles, renasceriam das cinzas assim que o momento estratégico exigisse um qualquer passo letal. E, sobretudo, abriu os braços a todos os que assentassem fortunas nas vibrantes praças de Berlim, Londres ou Paris, fechando os olhos à sua origem. O imobiliário, o futebol, a banca, as telecomunicações, as petrolíferas ou o agroalimentar arregalaram os olhos ao pato-bravismo, à lavagem, à dependência e à escalada de ambições que em nada beliscou os verdadeiros donos do jogo, mais ou menos íntimos de Vladimir Putin, todos servindo o seu maior interesse: penetrar, pacientemente, nas sociedades ocidentais, minando-as, criando dependências, numa passada cínica que a todos convinha. Quando, a partir de 2008, a crise financeira atacou fundamentos do poder ocidental, abrindo crises de coesão graves e expondo novos erros de percurso, Putin invadiu a Geórgia depois de declarar, em Munique, que não contassem com ele para manter a celebração triunfal pós-soviética. Da Geórgia à Crimeia foi um passo. Hoje, está às portas de Kiev.

Foto: Getty Images)

No caminho, leu bem a oportunidade trazida pela fragmentação partidária na Europa, financiando e doutrinando partidos de franja, sistémicos, à direita e à esquerda, disseminando a mentira em campanhas como o Brexit, as presidenciais francesas, o referendo na Catalunha, o referendo holandês ao acordo comercial entre a UE e a Ucrânia, até ao apogeu nas presidenciais americanas. Foi oferecendo lugares a políticos europeus que estavam na prateleira, cortejando outros no ativo, mostrando a todos que a Rússia estava não apenas de regresso às decisões ocidentais, como nenhuma delas tinha grande alcance se fosse feita contra o Kremlin. Quem semeia procura sempre colher à frente. Poucos foram aqueles que lhe bateram o pé nos últimos 20 anos. Quem o fez, na Rússia, ou está preso ou foi morto.

Mais na Visão

Mais Notícias

"O Amor Segundo Dalva": Um filme sobre crescer antes de tempo

Em “Senhora do Mar”: Pinheiro consola Joana após morte de Manuel

Em “Senhora do Mar”: Pinheiro consola Joana após morte de Manuel

5 formas de usar calções de ganga com estilo

5 formas de usar calções de ganga com estilo

A meio caminho entre o brioche e o folhado, assim são os protagonistas da Chez Croissant

A meio caminho entre o brioche e o folhado, assim são os protagonistas da Chez Croissant

Investigadores testam bússola quântica no metropolitano de Londres

Investigadores testam bússola quântica no metropolitano de Londres

Num dos próximos quatro anos, o planeta deverá mesmo exceder 1,5ºC de aumento de temperatura

Num dos próximos quatro anos, o planeta deverá mesmo exceder 1,5ºC de aumento de temperatura

A relação surpreendente entre o desempenho cognitivo das mulheres e a menstruação

A relação surpreendente entre o desempenho cognitivo das mulheres e a menstruação

Salgueiro Maia, o herói a contragosto

Salgueiro Maia, o herói a contragosto

Implante cerebral ajuda sobrevivente de AVC que perdeu a fala a comunicar de forma bilingue

Implante cerebral ajuda sobrevivente de AVC que perdeu a fala a comunicar de forma bilingue

Em “Senhora do Mar”: Manuel impede que Alex rapte Júlia antes de morrer

Em “Senhora do Mar”: Manuel impede que Alex rapte Júlia antes de morrer

Os planos da Stellantis para criar um ecossistema de software para os carros

Os planos da Stellantis para criar um ecossistema de software para os carros

Inster será o 100% elétrico mais acessível da Hyundai

Inster será o 100% elétrico mais acessível da Hyundai

Inspire-se no

Inspire-se no "look" de Matilde Reymão

Uma viagem a Trás-os-Montes sem sair de Gaia. Lídia Brás, do Stramuntana, vence categoria Embaixador Gastronómico dos prémios AHRESP

Uma viagem a Trás-os-Montes sem sair de Gaia. Lídia Brás, do Stramuntana, vence categoria Embaixador Gastronómico dos prémios AHRESP

Criador do Orkut tem planos para abrir a rede social da felicidade

Criador do Orkut tem planos para abrir a rede social da felicidade

João Paulo Esteves da Silva - O piano e todas as margens

João Paulo Esteves da Silva - O piano e todas as margens

20 sugestões de óculos de sol para usar este verão

20 sugestões de óculos de sol para usar este verão

Adoçante comum presente em pastilhas elásticas e até pastas dentífricas associado a duplicação do risco de AVC e enfarte

Adoçante comum presente em pastilhas elásticas e até pastas dentífricas associado a duplicação do risco de AVC e enfarte

Os festivais de verão

Os festivais de verão

Em “A Promessa”: Helena e Tomás recusam-se a jantar com Miguel

Em “A Promessa”: Helena e Tomás recusam-se a jantar com Miguel

ERP à medida de todas as empresas

ERP à medida de todas as empresas

Celebrações do 10.º aniversário do reinado de Felipe VI e Letizia encerram com espetáculo público

Celebrações do 10.º aniversário do reinado de Felipe VI e Letizia encerram com espetáculo público

Desfile de chapéus reais nas corridas de cavalos de Ascot

Desfile de chapéus reais nas corridas de cavalos de Ascot

EXAME 481 - Junho de 2024

EXAME 481 - Junho de 2024

Os ténis fabricados no Porto de que a rainha Letizia precisa depois da lesão no pé

Os ténis fabricados no Porto de que a rainha Letizia precisa depois da lesão no pé

Restrições ao consumo de água no Algarve vão ser aliviadas

Restrições ao consumo de água no Algarve vão ser aliviadas

Caras Decoração de junho: celebrar o bom tempo e a vida ao ar livre

Caras Decoração de junho: celebrar o bom tempo e a vida ao ar livre

Os 500 anos de Camões

Os 500 anos de Camões

Quem tinha mais poderes antes do 25 de Abril: o Presidente da República ou o Presidente do Conselho?

Quem tinha mais poderes antes do 25 de Abril: o Presidente da República ou o Presidente do Conselho?

Aromas de verão para a casa

Aromas de verão para a casa

Agenda pais e filhos: 8 sugestões para Lisboa e Porto

Agenda pais e filhos: 8 sugestões para Lisboa e Porto

ESG Talks: “Só temos um cenário: fazer aquilo que nos for possível”

ESG Talks: “Só temos um cenário: fazer aquilo que nos for possível”

No bairro da Estrela, em Lisboa, um projeto chave na mão

No bairro da Estrela, em Lisboa, um projeto chave na mão

12 lojas de roupa em segunda mão para conhecer já

12 lojas de roupa em segunda mão para conhecer já

ESG Talks:

ESG Talks: "Nós somos muito rápidos a criar legislação e depois pouco rápidos a operacionalizá-la"

Cuca Roseta: “Ser mãe e artista ao mesmo tempo não é fácil”

Cuca Roseta: “Ser mãe e artista ao mesmo tempo não é fácil”

ATL para desportistas e aventureiros

ATL para desportistas e aventureiros

São João: 12 ideias para celebrar a noite mais longa do Porto

São João: 12 ideias para celebrar a noite mais longa do Porto

Vencedores do passatempo 'Gru - O Maldisposto 4'

Vencedores do passatempo 'Gru - O Maldisposto 4'

10

10 "looks" de Letizia com ténis

Quis Saber Quem Sou: Será que

Quis Saber Quem Sou: Será que "ainda somos os mesmos e vivemos como os nossos pais?"

O futuro começou esta noite. Como foi preparado o 25 de Abril

O futuro começou esta noite. Como foi preparado o 25 de Abril

Carros elétricos chineses deverão ficar mais caros

Carros elétricos chineses deverão ficar mais caros

Pigmentarium: perfumaria de nicho inspirada na herança cultural da República Checa

Pigmentarium: perfumaria de nicho inspirada na herança cultural da República Checa

Portugal esgota hoje os recursos deste ano e começa a usar os de 2025

Portugal esgota hoje os recursos deste ano e começa a usar os de 2025

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites