Nuno Miguel Ropio

Jornalista
Jornalista
Política
Exclusivo

Campanha: Partida, largada, fugida (do Interior)

Após afinação dos motores, nas últimas semanas, em que se incluíram três dezenas de debates televisivos, oito forças parlamentares partem com as caravanas para a estrada na caça ao voto. Mas há zonas do País que vão vê-las ao longe, tendo em conta que a aposta passa, quase só, por quatro círculos eleitorais 

Política
Exclusivo

Prostituta, irmão problemático, avó e frouxo entram num debate e...

Os embates entre os líderes partidários foram truculentos e pouco elucidativos sobre propostas. “Puro entretenimento”, diz politólogo, que fala da “revelação Montenegro”

Debatómetro

Tinta vermelha lançada por ativistas foi o mais colorido de um debate em que líderes do PS e PSD se mostraram cinzentos

Último debate das legislativas na televisão, mas com oito forças políticas, além de manchado pela tinta vermelha projetada por ativistas climáticos, pouco esclareceu quanto à viabilização de uma maioria relativa pelo segundo partido mais votado. Pedro Nuno Santos deu nova explicação sobre esse tema, do qual Montenegro voltou a fugir. Quanto ao resto, nem foram os líderes dos dois maiores partidos que se destacaram quando se discutiu Justiça, Saúde e impostos

Política
Exclusivo

Surfar a onda eleitoral: Quem ganha com os protestos

Às manifestações de polícias, agricultores e bombeiros, que no último mês se batem por melhores salários e mais apoios do Estado, juntam-se agora as dos professores, que vão mostrar o seu descontentamento ao longo de duas semanas, até ao último dia da campanha eleitoral das legislativas. Não há memória de demonstrações de tal nível de contestação a um Governo à beira de uma ida às urnas. É muita coincidência ou oportunismo político?

Legislativas 2024

Um fado quase mudo: silenciado pela AD, Gonçalo da Câmara Pereira aposta em comunicação de guerrilha contra Ventura

Há quase mês e meio sem grande agenda mediática, desde a assinatura para a formação da AD, o líder do PPM usou uma rede social para quebrar o quase silêncio. O fadista Gonçalo da Câmara Pereira reencaminhou para os seus contactos um texto que ganhou tração no WhatsApp e que visa o passado de André Ventura

Sociedade

Detido farmacêutico por burlar idosos para alimentar vício do jogo

Um farmacêutico foi detido em flagrante, na capital, por se apoderar de cartões de débito de idosos. Com 33 anos, o suspeito terá levantado mais de 20 mil euros, para pagar vício do jogo e até comprar um carro. O tribunal deixou-o ir para casa, com apresentações quinzenais às autoridades

Debatómetro

Rocha quer Estado nos mínimos e Mortágua quer Estado nos máximos. O bate boca de quem luta pelo voto urbano

Se a discussão tivesse ido pelos costumes, provavelmente, teria sido em som monofónico, já que lutam pelas mesmas causas. Ora, como o debate se focou na habitação, economia e saúde, Mariana Mortágua e Rui Rocha provaram porque estão muito bem distribuídos no hemiciclo; em pontos opostos: se o líder da IL mandasse, o mercado seria quem mais ordenava; já pela bloquista, o Estado é o alfa e o ómega das soluções

Debatómetro

Viagem ao passado: Ventura recua a 1975 para apertar PCP e Raimundo cola Chega à Troika, PSD e a PS de 2022. O debate sem "tento"

Na estreia num embate contra André Ventura, Paulo Raimundo puxou pelos galões, por o PCP ter chumbado todas as propostas do Chega, e apostou em colar o líder da extrema-direita ao passado da Troika. Mas, rapidamente, o comunista deixou-se encurralar pela (habitual) estratégia de Ventura, que, além de ter passado a marcar os temas, trouxe para o debate temas como o PREC e a saída da NATO e do euro

Política
Exclusivo

Açores: Solução de governo regional só depois das legislativas. Vai haver um toma lá, dá cá?

Votação sobre o programa do governo açoriano só após legislativas. Futura solução pode funcionar como contrapartida para negociações entre partidos, no pós-10 de março – mas, entretanto, saberemos se o Chega entra ou não no executivo regional

Debatómetro

Montenegro e Mortágua querem tratar da saúde, habitação e finanças. Mas só o líder do PSD sabe prescrever receitas

Luís Montenegro e Mariana Mortágua detetaram o mal que afeta o SNS mas não partilharam do diagnóstico - de como a saúde pública chegou a um descalabro. E se o social-democrata assumiu o que tem de receita para tal crise, já a bloquista limitou-se a criticá-lo, reprovando ainda as opções da AD para a habitação e impostos. Eis um RX ao debate

Política

Eleições/Açores: Coligação de direita vence mas para governar tem de estender mão ao Chega ou depender do PS

A coligação de direita nos Açores, liderada pelo PSD, venceu as regionais, este domingo, com 42,1%, contra 35,9% do PS. Só que ao social-democrata José Manuel Bolieiro faltam três deputados para ter maioria parlamentar absoluta, precisando do Chega para lá chegar. PS não revela se viabiliza gestão de direita para afastar extrema-direita

Política
Exclusivo

Bandeira Verde: O grande desafio dos deputados únicos do PAN e Livre

Ela tem na mão a chave que pode resolver a tensão na Madeira, a terceira crise política a que o País assiste em três meses. Ele arrancou medidas simbólicas da maioria absoluta do PS, em dois anos. Inês de Sousa Real, do PAN, e Rui Tavares, do Livre, são os únicos deputados do ambientalismo partidário nacional, área política a que os portugueses parecem ter alguma alergia. Conseguirão descolar nos resultados eleitorais ou correm o risco de seguir o caminho do PEV?  

Legislativas 2024
Exclusivo

O que anda a Iniciativa Liberal a fazer mal, segundo os analistas?

Disparou na votação das eleições de 2022 e tornou-se a quarta força política. Mas, à mudança de líder, seguiu-se uma imagem de instabilidade. Nem os soundbites, agora longe da força que tinham no passado, nem o novo visual de Rui Rocha parecem travar a queda nas sondagens

Política

Fundador do Chega lidera coligação contra "bacoco" André Ventura

André Ventura é o alvo do primeiro cartaz de Nuno Afonso, um dos fundadores do Chega e que vai liderar a lista de deputados por Lisboa da coligação Alternativa 21, formada pelo Aliança e o MPT. Afonso abandonou o Chega com críticas muito fortes a Ventura

Política
Exclusivo

Eleições: Quanto custam as promessas de cada partido?

Já vai em milhares de milhões de euros a soma dos compromissos eleitorais que os partidos assumiram nas últimas semanas. Estará a herança das contas certas a inebriar as forças políticas ou vale tudo pela caça ao voto? Não faltam alertas para os riscos deste leilão de promessas 

Legislativas 2024

AD provoca dissidências no PPM e implosão da Juventude Monárquica

A entrada do PPM, liderado por Gonçalo da Câmara Pereira, na AD continua a ser muito pouco pacífica no partido fundado por Ribeiro Telles: toda a estrutura militante da Juventude Monárquica (JM) saiu em debandada e acusa o fadista de "traição" e de "liderança fraca"

Política
Exclusivo

Açores, o sismógrafo da política nacional: As regionais vão contagiar as legislativas?

Com a campanha eleitoral açoriana prestes a arrancar, da esquerda à direita, mas também na sociedade civil, anseia-se que a ida às urnas, a 4 de fevereiro, acabe com a instabilidade política na região. Mas há o risco de a turbulência continuar após as regionais e até poder contagiar as legislativas

Política
Exclusivo

Marcelo e o futuro primeiro-ministro, Pedro Nuno ou Montenegro. O princípio da incerteza?

Pedro Nuno e Montenegro estão longe de uma ligação com Belém como a que Costa teve. Perante a incógnita da solução governativa que as legislativas trarão, os últimos dois anos de mandato presidencial vislumbram-se árduos, já que Marcelo Rebelo de Sousa pode não conseguir acertar o passo com o próximo primeiro-ministro

Política

Pedro Nuno quer apropriar-se do título de fazedor e mudar capítulo na economia, SNS e segurança social

Pedro Nuno Santos prometeu a resolução dos problemas que afetam os setores que mais têm colocado o Governo de Costa debaixo de fogo nos últimos meses. Do SNS à educação, da segurança social à economia, passando pela habitação, o líder do PS quer levar a cabo diversas reformas. "É a nossa vez de iniciar uma nova etapa", anunciou

Política

Pedro Nuno Santos reivindica provas dadas e coloca na mira direita que saiu de velho baú

Assume os erros, mas lembra que deixou obra feita. E, agora, como novo líder do PS está pronto para derrotar uma direita "de velhos do Restelo" e de projetos amarelecidos pelo tempo. Foi assim que Pedro Nuno Santos se apresentou à reunião magna, que o entroniza em Lisboa, onde reclamou para o PS o lema "das contas certas", pôs na mira mais o Chega, do que o PSD, e avisou que o partido não volta a cometer o erro de apoiar alguém como Marcelo para Belém

Política

Carlos César aponta baterias a Marcelo: "Não fez o que era devido"

Carlos César responsabiliza Marcelo por o País ter eleições legislativas antecipadas. Para o presidente do PS, Belém "não fez o que era devido", perante a demissão de Costa, e avisa que há uma "direita mais embusteira e radical" para derrotar