A cientista caça-plástico que luta contra o flagelo do lixo marinho

A cientista caça-plástico que luta contra o flagelo do lixo marinho

“Os resultados são assustadores”, alerta Filipa Bessa, antes de revelar as conclusões preliminares de um estudo à população de tubarões ao largo da costa portuguesa. A pesquisa só deverá estar concluída na primavera, mas “100% dos animais analisados apresentavam elevadas percentagens de plásticos e de microplásticos no seu organismo”.

Bióloga e investigadora do MARE, na Universidade de Coimbra, Filipa Bessa especializou-se nos efeitos da poluição por plásticos nos ecossistemas marinhos e costeiros, e sabe bem como o plástico está hoje por todo o lado, “até nas espécies e nos locais mais isolados do mundo”, como ficou provado por outro estudo em que participou, dedicado às espécies de pinguins da Antártida. Por isso, estes resultados “não são propriamente surpreendentes”, para mais porque os tubarões são predadores de topo e, portanto, “uma espécie acumuladora”. O que nos leva a outro predador de topo, o maior… nós.

“Sendo um corpo estranho ao nosso organismo, à partida os plásticos serão expulsos”, começa por explicar. “Mas sabemos que funcionam como verdadeiras esponjas, que atraem todo o tipo de contaminantes químicos e bactérias por onde quer que passem, no mar ou nos esgotos. Dentro do nosso corpo, podem libertar os químicos acumulados e isto é um cocktail que não pode ser benéfico para nenhum organismo vivo”, conclui.

Filipa Bessa procura também fazer um quadro mais preciso do lixo que existe na nossa costa. Os dados fornecidos pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA) são recolhidos apenas em nove locais, manifestamente uma amostra muito reduzida. Para colmatar essa lacuna, montou dois projetos inovadores, um deles recorrendo a drones para fazer um varrimento das praias, identificando e categorizando o lixo. Ao contrário do que possa parecer, não se trata de nada high tech, e o nome do projeto é mesmo “utilização de drones lowcost para mapear o lixo marinho”. O segundo projeto é o site lixomarinho.app (funciona de forma semelhante a uma app), que nos convida a contabilizar e a identificar o lixo que encontramos na praia. O funcionamento é muito simples, até porque o objetivo é conquistar utilizadores: “Este projeto permite alargar enormemente essa base e envolver os cidadãos na luta contra a poluição”, conta com entusiasmo. Está, no entanto, ciente da oposição de alguns dos seus colegas, que desconfiam desta abertura à sociedade. A eles responde com números “coincidentes em mais de 80% com os fornecidos pela APA, e com o top 10 de itens mais contados exatamente igual”. Mas com uma diferença: os seus dados têm 33 mil objetos mapeados em quase 300 locais ao longo da costa e ilhas − e não apenas nove. A app podia beneficiar com uma maior divulgação, mas existe um óbvio problema de financiamento: “Somos dez voluntários a manter o site vivo e, se não fosse a Amazon apoiar-nos, nem espaço tínhamos para alojar o site.”

Filipa nasceu em Vila Real, longe do mar, mas cresceu a ver documentários da BBC com David Attenborough, por isso sabia desde muito cedo que queria ser bióloga. Inicialmente, o plano era viver no meio da selva e trabalhar com gorilas, uma verdadeira Jane Goodall portuguesa, mas a vida empurrou-a para o Brasil e foi lá, num trabalho de preservação de ecossistemas dunares, que mudou o foco: “Encontrava mais plásticos na areia do que as espécies que era suposto preservar”, recorda. “Algo estava muito errado.”

Foi quase por coincidência, também, que se dedicou à fotografia, quando começou a captar imagens dos pedaços microscópicos de plástico que analisava. Uma colega incentivou-a a participar num concurso de fotografia ambiental promovido pelas Nações Unidas. Foi sem grandes expectativas que enviou a imagem de uns grãos de sal marinho, um deles embrulhado num fio de poliéster. Sea Salt Plastic chamou à foto, que acabou por vencer o concurso, dando uma dimensão inesperada a este hobby. Apesar dos vários convites que recebe para expor, Filipa continua a afirmar que não faz fotografia, “mas aproveito toda esta atenção para comunicar o problema da poluição”. E não será demais dizer que as suas fotografias já estiveram inclusivamente expostas no Berlaymont, sede da Comissão Europeia, por onde passam muitas das decisões políticas da Europa.

“O meu trabalho como cientista é mostrar o problema na sua real dimensão, e garantir que essa informação chega aos governos e à indústria, mas também à sociedade civil que tem a capacidade de influenciar a tomada de decisão.” Já percebeu que nem todos podem ser conquistados, por isso acredita ser necessário que os governos “taxem e proíbam certos comportamentos”. O que não faz sentido, defende, é “diabolizar o plástico”. Até porque não vamos conseguir encontrar uma alternativa tão depressa. “Não com as mesmas características e sem provocar danos para o ambiente.” A solução será apostar nos plásticos com menor impacto, com uma vida longa, recicláveis e reutilizáveis: “Tudo o resto é para desaparecer.”  

Oceano de Esperança é um projeto da VISÃO em parceria com a Rolex, no âmbito da sua iniciativa Perpetual Planet, para dar voz a pessoas e a organizações extraordinárias que trabalham para construir um planeta e um futuro mais sustentáveis. Saiba mais sobre esta missão comum.

Mais na Visão

Mais Notícias

Honor lança novo dobrável em 'concha' com ecrã exterior de quatro polegadas

Honor lança novo dobrável em 'concha' com ecrã exterior de quatro polegadas

Como ler um jornal

Como ler um jornal

Comer em Lisboa: restaurante Kabuki

Comer em Lisboa: restaurante Kabuki

Quem tinha mais poderes antes do 25 de Abril: o Presidente da República ou o Presidente do Conselho?

Quem tinha mais poderes antes do 25 de Abril: o Presidente da República ou o Presidente do Conselho?

Estas podem ser as técnicas mais usadas na arte da sedução

Estas podem ser as técnicas mais usadas na arte da sedução

JL 1400

JL 1400

Elas são embaixadoras de swimwear para o verão de 2024

Elas são embaixadoras de swimwear para o verão de 2024

Vídeo: Uma conversa sobre eleições com Rita Canas Mendes

Vídeo: Uma conversa sobre eleições com Rita Canas Mendes

Blake Lively volta a provar que é a rainha das unhas originais

Blake Lively volta a provar que é a rainha das unhas originais

Presta atenção! Já ouviste falar de contrafação?

Presta atenção! Já ouviste falar de contrafação?

Explosão solar 'acende' auroras impressionantes em Marte

Explosão solar 'acende' auroras impressionantes em Marte

Inster será o 100% elétrico mais acessível da Hyundai

Inster será o 100% elétrico mais acessível da Hyundai

George, Charlotte e Louis, os protagonistas do Trooping the Colour

George, Charlotte e Louis, os protagonistas do Trooping the Colour

Trooping the Colour marcado pelo regresso de Kate

Trooping the Colour marcado pelo regresso de Kate

Regresso de Kate à vida pública depois do diagnóstico de cancro, num estilo

Regresso de Kate à vida pública depois do diagnóstico de cancro, num estilo "navy"

Pigmentarium: perfumaria de nicho inspirada na herança cultural da República Checa

Pigmentarium: perfumaria de nicho inspirada na herança cultural da República Checa

Será que vamos bater o 12º recorde de temperatura mensal seguido?

Será que vamos bater o 12º recorde de temperatura mensal seguido?

De Zeca Afonso a Adriano Correia de Oliveira. O papel da música de intervenção na revolução de 1974

De Zeca Afonso a Adriano Correia de Oliveira. O papel da música de intervenção na revolução de 1974

Novo estudo científico revela que o cérebro tenta prever o futuro enquanto se encontra em repouso

Novo estudo científico revela que o cérebro tenta prever o futuro enquanto se encontra em repouso

Desfile de celebridades na apresentação da coleção Cruise da Dior

Desfile de celebridades na apresentação da coleção Cruise da Dior

Restaurante Mapa: Geografia de sabores em Montemor-o-Novo

Restaurante Mapa: Geografia de sabores em Montemor-o-Novo

CMB: o mundo dos vinhos conquistou o México e agora ruma à China

CMB: o mundo dos vinhos conquistou o México e agora ruma à China

Portugal esgota hoje os recursos deste ano e começa a usar os de 2025

Portugal esgota hoje os recursos deste ano e começa a usar os de 2025

Moda: 20 cestas para usar no dia a dia

Moda: 20 cestas para usar no dia a dia

Estivemos no Azores Eco Rallye

Estivemos no Azores Eco Rallye

A meio caminho entre o brioche e o folhado, assim são os protagonistas da Chez Croissant

A meio caminho entre o brioche e o folhado, assim são os protagonistas da Chez Croissant

Adoçante comum presente em pastilhas elásticas e até pastas dentífricas associado a duplicação do risco de AVC e enfarte

Adoçante comum presente em pastilhas elásticas e até pastas dentífricas associado a duplicação do risco de AVC e enfarte

O que é feito de Maria a primeira vencedora do “Masterchef Júnior”?

O que é feito de Maria a primeira vencedora do “Masterchef Júnior”?

Num dos próximos quatro anos, o planeta deverá mesmo exceder 1,5ºC de aumento de temperatura

Num dos próximos quatro anos, o planeta deverá mesmo exceder 1,5ºC de aumento de temperatura

25 peças para receber a primavera em casa

25 peças para receber a primavera em casa

Portugal faz bem: conheça a cerâmica de autor assinada pela Malga

Portugal faz bem: conheça a cerâmica de autor assinada pela Malga

Vídeo: A festa final de 'Miúdos a Votos' na Gulbenkian

Vídeo: A festa final de 'Miúdos a Votos' na Gulbenkian

Apresentação da nova coleção de moda de praia

Apresentação da nova coleção de moda de praia

A Tape não está (definitivamente) morta!

A Tape não está (definitivamente) morta!

20 anos depois, o que há de novo no Rock in Rio Lisboa

20 anos depois, o que há de novo no Rock in Rio Lisboa

Auditoria forense pedida pelo Benfica não encontra dano causado por Vieira

Auditoria forense pedida pelo Benfica não encontra dano causado por Vieira

Salgueiro Maia, o herói a contragosto

Salgueiro Maia, o herói a contragosto

Explosão de cor e alegria nas Marchas Populares

Explosão de cor e alegria nas Marchas Populares

Os visuais de Joana Diniz na lua de mel em Zanzibar

Os visuais de Joana Diniz na lua de mel em Zanzibar

Siza Vieira: As empresas estão a aproveitar o

Siza Vieira: As empresas estão a aproveitar o "bom momento" e Portugal vai continuar a crescer acima da média europeia

Aproveite a vida ao ar livre

Aproveite a vida ao ar livre

Os festivais de verão

Os festivais de verão

Implante cerebral ajuda sobrevivente de AVC que perdeu a fala a comunicar de forma bilingue

Implante cerebral ajuda sobrevivente de AVC que perdeu a fala a comunicar de forma bilingue

"O Homem dos Teus Sonhos" - ou quando Nicholas Cage não nos sai da cabeça

Alpine A290: elétrico, tecnológico… e endiabrado

Alpine A290: elétrico, tecnológico… e endiabrado

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites