“É uma atrocidade contra o planeta e contra a espécie humana”

Foto: José Carlos Carvalho

“É uma atrocidade contra o planeta e contra a espécie humana”

É impossível ignorar a baleia na sala, até porque se trata de um esqueleto com dez metros de comprimento, feito exclusivamente de plásticos brancos apanhados na praia. Uma peça de “artivismo” apontada ao problema do plástico nos oceanos que, apesar de todas as campanhas, continua a crescer à razão de mil toneladas por hora, o equivalente a um camião TIR cheio de plástico por minuto. Todos os minutos. “Uma atrocidade contra o planeta e contra a espécie humana”, comenta à VISÃO Ana Pêgo, bióloga marinha e coautora desta Baelena Plasticus que, depois de cumprido o trabalho em muitas exposições, repousa agora no quintal desta investigadora e educadora extraordinária: “Gosto muito de misturar ciência, arte e biologia para tentar fazer com que as pessoas conheçam e gostem dos oceanos, porque só assim vão estar predispostas a protegê-los.”

Nascida e criada junto à Praia das Avencas, na Parede, estudou Biologia Marinha na Universidade do Algarve e trabalhou dez anos como investigadora no Laboratório Marítimo da Guia, em Cascais, antes de enveredar por esta área da Educação Ambiental.

Ana Pêgo admite que despertou para o problema dos plásticos por volta de 2011: “O plástico já ali estava, mesmo à minha frente, só nunca tinha feito esse clique.” Mas desde então que se dedica de corpo e alma a esta luta: “Comecei a limpar a praia compulsivamente. Chegava a ir de noite, e a minha família já se interrogava se eu não teria enlouquecido.” Era uma luta naturalmente inglória, e o entusiasmo acabou por dar lugar à angústia e à indignação: “Como era possível que mais ninguém estivesse preocupado com este problema?!”, perguntava-se. “Claro que havia quem estivesse, como a professora Paula Sobral (presidente da Associação Portuguesa do Lixo Marinho, já aqui entrevistada), e outros que também apanhavam lixo na praia. Mas éramos muito poucos, e nem sequer estávamos ligados.”

Começou então a descobrir grupos que faziam esse trabalho no resto da Europa, sendo que muitos “não se limitavam a apanhar o lixo. Traçavam-lhe a origem, as rotas, emitiam alertas quando as mesmas peças surgiam em pontos diferentes, sinal de que tinham caído contentores em alto-mar”, ideia que apelou à sua formação científica. “Percebi que o lixo tinha uma história para contar, que podia ser catalogado, e foi assim que a angústia deu lugar à determinação e desta nasceu, em 2015, a página Plasticus Maritimus, no Facebook.

O plástico nos mares continua a crescer à razão de mil toneladas por hora, o equivalente a um camião TIR cheio de plástico por minuto

Dava assim início ao trabalho de identificação de exemplares desta terrível espécie invasora, provenientes dos EUA, do Canadá, e de todo o mundo, mas muitos também de Portugal, onde tem algumas irritações de estimação, como é o caso das placas de Alerta de Arriba em Perigo, colocadas pela própria Agência Portuguesa do Ambiente (APA). “Essas placas são de plástico, e quando chega o mau tempo caem e partem-se. Já foram alertados várias vezes, por mim e por outras organizações, e nada mudou. A APA já deveria ter percebido que não pode continuar a fazer sinaléticas em plástico.”

Ana Pêgo, bióloga marinha e educadora ambiental portuguesa, criadora do termo da espécie invasora que classifica como Plasticus Maritimus. Foto: José Carlos Carvalho

Plasticus Maritimus foi também o nome escolhido para o belíssimo livro editado pela Planeta Tangerina em 2018, cujo impacto ultrapassou as nossas fronteiras. Traduzido em dez línguas, chegou longe, a países como a Coreia do Sul e, brevemente, a China. O livro contém muita informação sobre a relação entre o plástico e os oceanos, descrita de uma forma lúdica, e inclui até um guia para preparar idas à praia, com o objetivo de colecionar e analisar exemplares desta espécie. Tornou-se, aliás, uma das ferramentas preferidas de professores e alunos para abordarem o tema nas escolas, ao ponto de Ana ter conhecido em Coimbra dois irmãos gémeos que sabiam de cor várias frases do livro. Mas o melhor estava guardado para o fim, quando uma das crianças lhe disse que tinha dois ídolos no mundo: “Eu e a Greta Thunberg. Até fiquei sem jeito. Elevou-me a um patamar muito alto.”

Oceano de Esperança é um projeto da VISÃO em parceria com a Rolex, no âmbito da sua iniciativa Perpetual Planet, para dar voz a pessoas e a organizações extraordinárias que trabalham para construir um planeta e um futuro mais sustentáveis. Saiba mais sobre esta missão comum.

Mais na Visão

Mais Notícias

Tempos de Antena ‘Miúdos a Votos’: ‘Gravity Falls - Diário 3’

Tempos de Antena ‘Miúdos a Votos’: ‘Gravity Falls - Diário 3’

Filha de Brigitte Macron fala sobre a relação da mãe com Emmanuel Macron

Filha de Brigitte Macron fala sobre a relação da mãe com Emmanuel Macron

O avanço da sustentabilidade ambiental nas empresas

O avanço da sustentabilidade ambiental nas empresas

A Interdecoração está de volta à Exponor

A Interdecoração está de volta à Exponor

6 ideias para este fim de semana no Porto

6 ideias para este fim de semana no Porto

Segurança da impressão: já é uma prioridade das empresas?

Segurança da impressão: já é uma prioridade das empresas?

Brinquedos didáticos, livres e que estimulem a criatividade. Onde? Na Color Square

Brinquedos didáticos, livres e que estimulem a criatividade. Onde? Na Color Square

Manuel Luís Goucha volta à RTP para reviver dupla com Sónia Araújo

Manuel Luís Goucha volta à RTP para reviver dupla com Sónia Araújo

Frunk.at em testes: um porta-bagagens extra para o seu carro elétrico

Frunk.at em testes: um porta-bagagens extra para o seu carro elétrico

Como organizar a votação

Como organizar a votação

IL quer médico de família para grávidas, idosos e crianças já este ano

IL quer médico de família para grávidas, idosos e crianças já este ano

Vice-PGR propõe introdução de taxas moderadoras para apresentar queixas

Vice-PGR propõe introdução de taxas moderadoras para apresentar queixas

Montenegro em defesa de Oliveira e Sousa considera que há

Montenegro em defesa de Oliveira e Sousa considera que há "zonas de fanatismo ambiental"

Alessandra Ambrósio usa camisola de futebol na Semana da Moda de Paris

Alessandra Ambrósio usa camisola de futebol na Semana da Moda de Paris

Celebridades rendem-se às transparências no desfile de Saint Laurent

Celebridades rendem-se às transparências no desfile de Saint Laurent

Óbidos cobre-se de chocolate para o festival mais doce

Óbidos cobre-se de chocolate para o festival mais doce

Maria Teresa e Stéphanie do Luxemburgo exibem tiaras deslumbrantes

Maria Teresa e Stéphanie do Luxemburgo exibem tiaras deslumbrantes

Lisboa através dos tempos na VISÃO História

Lisboa através dos tempos na VISÃO História

A

A "front-row" de celebridades no arranque da Semana da Moda de Paris

Em “Cacau”: Sal destrói festa de apresentação do chocolate de Cacau

Em “Cacau”: Sal destrói festa de apresentação do chocolate de Cacau

A determinação transparente de Saint Laurent em Paris

A determinação transparente de Saint Laurent em Paris

SIC surpreende e dá os parabéns à TVI por voltar a ser líder de audiências

SIC surpreende e dá os parabéns à TVI por voltar a ser líder de audiências

VISÃO SE7E: Entre vinhas renascidas, jantares com cariz social e compras sustentáveis

VISÃO SE7E: Entre vinhas renascidas, jantares com cariz social e compras sustentáveis

J. L. Barreto Guimarães, Poesia para médicos

J. L. Barreto Guimarães, Poesia para médicos

Sánchez adverte que alma da UE

Sánchez adverte que alma da UE "está em risco" e pede combate à ameaça populista

Serviço de abastecimento de água perde por ano 184 milhões de metros cúbicos

Serviço de abastecimento de água perde por ano 184 milhões de metros cúbicos

Novo Dacia Spring: mais por menos

Novo Dacia Spring: mais por menos

Venha conhecer o BYD Seal U

Venha conhecer o BYD Seal U

Costa lamenta que Governo seja julgado a meio do mandato mas afirma que PS vai ganhar

Costa lamenta que Governo seja julgado a meio do mandato mas afirma que PS vai ganhar

Quando a cantiga foi uma arma

Quando a cantiga foi uma arma

Os Incoerentes: a história de movimento artístico à frente do seu tempo

Os Incoerentes: a história de movimento artístico à frente do seu tempo

Breve história da maquilhagem

Breve história da maquilhagem

Artur Jorge: o exercício físico da poesia

Artur Jorge: o exercício físico da poesia

O ordinário extraordinário de Dries Van Noten

O ordinário extraordinário de Dries Van Noten

Portugal visto pelos estrangeiros

Portugal visto pelos estrangeiros

A transformação no segmento do Renting & Frotas

A transformação no segmento do Renting & Frotas

O algoritmo do amor

O algoritmo do amor

Pintar a casa: quatro erros que deve evitar

Pintar a casa: quatro erros que deve evitar

Conforto e muita luz, num apartamento em São Paulo, Brasil

Conforto e muita luz, num apartamento em São Paulo, Brasil

O luxo da viagem de Georgina com os filhos

O luxo da viagem de Georgina com os filhos

Dos idos de Março 62 às eleições de Março 24

Dos idos de Março 62 às eleições de Março 24

Miranda Sarmento: “Não é difícil pôr a economia portuguesa a crescer acima de 3%”

Miranda Sarmento: “Não é difícil pôr a economia portuguesa a crescer acima de 3%”

Celebridades assistem ao regresso da Dior aos anos 60

Celebridades assistem ao regresso da Dior aos anos 60

Na Escola Básica do Ave canta-se 'Eu gosto muito de ler'

Na Escola Básica do Ave canta-se 'Eu gosto muito de ler'

VOLT Live: como aumentar a competitividade e concorrência no mercado do carregamento de veículos elétricos

VOLT Live: como aumentar a competitividade e concorrência no mercado do carregamento de veículos elétricos

Parceria TIN/Público

A Trust in News e o Público estabeleceram uma parceria para partilha de conteúdos informativos nos respetivos sites